sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Comportamento da economia
O Indicador Sintético mostra que no mês de Setembro se registou um decréscimo no conjunto da economia dos Açores, depois a subida vertiginosa que se verificava desde finais de 2015, em consequência da dinâmica do turismo.

 

A quebra agora registada deve-se, fundamentalmente, à diminuição da pesca, da produção de leite e da construção.

 


Nota Metodológica
Este indicador procura dar uma ideia da evolução da economia nos Açores, a partir da combinação ponderada de vários dados. Não expressa linearmente a evolução do PIB, uma vez que este envolve outros indicadores.

Pretende, unicamente, sintetizar a informação disponível nas diversas variáveis económicas, procurando captar a tendência da sua evolução dominante.


É construído a partir de séries estatísticas registadas ao longo de vários anos. Os dados de cada mês são comparados com os valores médios mensais dessas séries, ressalvada a sazonalidade, e multiplicados por um factor de ponderação, calculado a partir do peso de cada sector no Valor Acrescentado Bruto (VAB).

Os valores apresentados são, sempre, valores provisórios e são actualizados à medida que são conhecidos novos dados.

Na sua elaboração são considerados, os seguintes dados: População empregada por sectores, dormidas na hotelaria tradicional, receita das pescas, produção de leite, abate de gado, venda de viaturas, venda de cimento, licenças de construção, consumo de energia nos diferentes sectores, produção de leite e de queijo.
Este indicador é baseado em dados distribuídos pelo Serviço Regional de Estatística, sendo, todavia, a sua elaboração da responsabilidade do autor do blogue.

Dormidas - Jan a Mar