segunda-feira, 26 de junho de 2023

Taxas de juro

 







O Banco Central Europeu (BCE) anunciou na passada quinta-feira, um aumento das taxas de juro de referência em 25 pontos base, fazendo com que que a taxa de juro das principais operações de refinanciamento subisse de 3,5% para 4%, com implicações nas prestações dos créditos à habitação.

A taxa de referência dos bancos apresenta presentemente o valor mais alto desde 2008 e é já a oitava subida desde julho do ano passado.

O BCE mantém uma política restritiva até a inflação regressar ao patamar dos 2%.

Estas medidas do BCE fazem com que a taxa de juro implícita no conjunto dos contratos de crédito à habitação, em Maio, tenha subido para 3,398%, o valor mais elevado desde junho de 2009.

A prestação média fixou-se em 352 euros em maio, mais 92 euros que em maio de 2022, sendo que agora o valor dos juros é superior ao valor do capital amortizado.

Dormidas - Jan a Mar